restituição

Tudo meu

Devolve.
Devolve o Neruda que eu te dei.
Devolve os links que eu te mandei, as músicas que eu te indiquei, o tempo – todo meu – que eu te dediquei.
Devolve cada coisa que eu te dei sem achar que um dia fosse querer de volta.
Devolve o que é meu.
E a tentativa de abandonar-me de ti.
Quem sabe sem vestígio teu,
Sem pedaços meus sob o teu domínio,
Eu possa ser só minha novamente.
Minha e tudo meu.

Natália Raposo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s