Azuis

Os passarinhos que sempre cantam enlouquecidamente ao amanhecer, hoje estão mais que animados numa tarde quente de sábado. Cantam e gritam sem parar. De alguma forma eles sabem que o canto deles me agrada; é como se eles soubessem que desde hoje eu revivo a despedida, e, assim, quisessem, de alguma forma, me animar.

Há dois anos os olhos azuis viraram lembrança.

Ficaram as fotografias.

Ficou a saudade e aquela imagem… como se dormisse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s