Você na contramão

Ei, você, que volta e meia invade meus pensamentos sem pedir licença. Não, não é você, não.
É você que está ali mais atrás.
Sim, é você mesmo.
Você que inaugurou a categoria ‘Parei em você’.
Não, amigo, não é com você que eu estou falando. De você sei quase nada, esqueceu?
Você, você e você, desocupem as poltronas da frente, por favor.
Inconvenientes que são, dificultam a visão até ele.
Sim, você.
Tímido, você sorri.
Parei em você.

Prazer, Simone.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s