Pessoal e intransferível

Em toda e qualquer situação, a minha mãe tem sempre um ditado que a minha vó dizia e que ela repete pra mim. Um dia, quem sabe, se filhos eu tiver, eu repita para eles os ditados que a minha mãe diz, introduzindo-os com a frase ‘Como dizia a minha mãe…’ – do mesmo jeitinho que a minha mãe faz lembrando da minha vó.

Desses muitos ditados, tem um que eu uso sempre (aliás, eu uso todos sempre):

“Cada qual com o que é seu, e o diabo não tem o que fazer”.

Trocando em miúdos: cada um no seu quadrado, quietinho com o que é seu e sem se incomodar com a vida do vizinho. É um valor cristão cuidar da própria vida, sabia?

Anúncios

3 comentários sobre “Pessoal e intransferível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s