Esses anos

Teve aquele ano em que eu renasci de um modo que nem eu me sabia capaz de renascer. Naquele ano, nem lembrei de cantar Belchior, embora tenha morrido no ano anterior. E desde então eu não morri nunca mais.

(‘ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro’)

P.S.: Eu escrevi isso no dia 26 de outubro, aniversário do Belchior. E que risos… Os últimos meses de 2016 foram mortes horríveis. Mas, né, tamo aqui em 2017 renascendo de novo e de novo e de novo…

12 livros para 2017

Comecei esse ano fazendo um bullet journal, resoluções de ano novo  e uma lista de 12 livros para 2017, dentre outras coisas que a gente tem por hábito fazer quando troca o calendário e que nem sempre quase nunca leva adiante.

Eu sei que já estamos em março, mas tudo bem, segue o baile. E segue minha lista de #12livrospara2017:

Janeiro:
Vida organizada (Thais Godinho)

Fevereiro:
Ilíada (Homero)
*ainda terminando. dá um desconto, é Homero em verso.

Março:
A hora da estrela (Clarice Lispector)

Abril:
O evangelho segundo Jesus Cristo (José Saramago)

Maio:
Nu de botas (Antonio Prata)

Junho:
Holocausto brasileiro (Daniela Arbex)

Julho:
Pedro Páramo (Juan Rulfo)

Agosto:
Odisseia (Homero)

Setembro:
Grande Sertão: Veredas (Guimarães Rosa)

Outubro:
A ilha do conhecimento (Marcelo Gleiser)

Novembro:
Eneida (Virgilio)

Dezembro:
A mulher que roubou a minha vida (Marian Keyes)

 

Dores

‘Todo mundo é parecido quando sente dor.’

Todo mundo é parecido: não gosta de sentir dor.

Todo mundo age parecido para evitar a dor.

Quem anda no piloto automático não sofre.

3×4

Hoje eu vi um link da Folha de São Paulo pra uma matéria sobre o Swoden, e a foto dele era diferente daquela única e mesma  imagem que os (tele)jornais têm usado há meses. Ele continua com a mesma cara de quem não gosta de brigadeiro, só que um pouco mais amarela.

Simplicidades

Ainda são 11h30, mas a minha surpresa feliz do dia já foi conhecer esse tumblr: História sem Graça.

Ele é bonito e feliz e encantador porque é simples e sem graça como boa parte da nossa vida.

Pense nos seus últimos três dias. Aposto que não foram movimentados e cheios de tramas inacreditáveis como os dias dos vilões de Malhação, dedicados a bolar planos infalíveis do Cebolinha. A vida é assim mesmo, cheia de momentos especiais que não tem nada de extraordinário.

Vontade de voltar a blogar muito… Eu tenho tanta história sem graça pra contar…

Definição

Amizade é que quando eu falo de mim, você fala de você, nós falamos [mal] dos outros e dividimos uma cerveja. Quando só você fala de si próprio e eu só escuto, aí é sessão de terapia.

E psicólogo, todo mundo sabe, também tem família. – Natália Raposo

 

:: Porque sempre relembram essa frase minha; me deixa fazer auto-citação.